Crédito online para pequenas e médias empresas no BNDES

Por Edson Pereira Filho

O empresário que precisa de crédito (dinheiro) para expandir o negócio e até pagar contas atrasadas, conta agora com  empréstimo online pelo BNDES.

O serviço que começou a funcionar esta semana é a primeira experiência do banco governamental de crédito direto na internet.

Pequenos e médios empresários devem clicar aqui para conhecer o novo serviço do banco.

Crédito para empresas
Foto: Google.

O crédito é direcionado às micro, pequenas e médias empresas. E a plataforma da internet atende a este seguimento empresarial.

O canal foi lançado em São Paulo pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“É um instrumento que pretende levar informação sobre o crédito ao micro e pequeno empresário. A lógica é expandir o crédito”, frisou o diretor da área de operações indiretas do BNDES, Ricardo Ramos.

Podem adquirir crédito empresas com faturamento anual de até R$300 milhões.

O empresário identifica as linhas de crédito mais adequadas para o seu empreendimento, simula financiamentos, aponta os agentes financeiros intermediadores (bancos) de sua preferência e encaminha, de forma ágil, seu interesse.

O canal pode também ser acessado por dispositivos móveis (celulares e tablets).

Serão oferecidos a crédito no mercado R$85 bilhões este ano. Ano que vem, a quantia que deve ser repassada por empréstimos às empresas será de R$100 bilhões, segundo o banco governamental.

O desafio, segundo o banco, é fazer chegar o crédito a 83% do universo de micro e pequenas empresas que não têm acesso ao sistema de financiamento”.

Créditos em 2017

As empresas ficaram com 38% do total que o BNDES emprestou nos cinco primeiros meses deste ano, o que manteve a trajetória de crescimento da participação do segmento no desembolso total do banco, segundo divulgação da Agência Brasil, empresa de comunicação do governo.

Entre 2015 e 2016, a fatia dessas empresas cresceu de 27,5% para 30,8%. Segundo o BNDES, a expansão continuou em 2017, o que reflete a prioridade da ampliação do acesso de MPMEs ao crédito do BNDES nas novas políticas operacionais do Banco.

O banco tenta eliminar transações indiretas, 50% das operações de crédito, quase todas elas feitas por terceiros, não realizadas diretamente pelo empresário.

 

Crise faz crescer compras pela internet em 43%

Dos mais de 100 milhões (IBGE/2016) de internautas no Brasil, 89% compraram produtos e serviços na internet nos últimos 90 dias, segundo pesquisa divulgada esta semana pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

43 milhões (ou 43%) de consumidores estão usando mais a internet para comprar do que há um ano.

Compras na internet
Foto: Google

A satisfação das compras na internet atingiu 87% entre os consumidores

Apenas 30% têm medo de não receber o produto em casa.

As compras na internet deixaram de ser um tabu, independente da condição social, gênero e idade.

O levantamento aponta que 89% dos internautas fizeram compras no último ano, mantendo elevado o índice de consumo em qualquer extrato social.

Os homens, 93% deles, são o destaque nas compras pela internet.

Consumindo fora da internet, permanecem apenas 4% das pessoas, que admitiram nunca terem feito qualquer compra online.

Vantagens em fazer compras na Internet

Compras na internet
Foto: Google

O restante, 38%, o volume se manteve estável, enquanto 18% diminuíram as compras feitas por esse meio.

58% mencionam que compra na internet porque os produtos e serviços são mais baratos.

45% compra na internet porque quer comodidade, não precisando sair de casa.

31% gostam de comprar por este meio, pois podem fazer isso a qualquer horário do dia ou da noite.

28% gostam da facilidade em poder comparar preços do mesmo produto na internet antes de comprar.

O presidente do SPC Brasil, Roque Pellizzaro Junior, declara que “a internet trouxe ao consumidor a liberdade de comprar quando e onde quiser. Se antes as pessoas tinham de ir até as lojas e demais centros de consumo, agora são os varejistas quem precisam encontrar seus clientes, oferecendo plataformas amigáveis, ofertas convidativas e informações relevantes para reter por mais tempo a atenção de potenciais compradores”.

Desvantagens de compras em rede

49% consideram negativo o pagamento do frete para receber o produto adquirido.

42% gostariam de experimentar o produto antes de compar. Este problema, entretanto, pode ser superado na visita de uma loja física, antes da compra online mais em conta.

Outros 39% gostaria de sentir o cheiro daquilo que compram.

30% ainda ficam inseguros se o produto será entregue.

65% pagam com cartão de crédito as compras na internet, sendo que homens e mulheres juntos na pesquisa, gastam uma média de R$292,00.

46% dos compradores compraram de maneira impulsiva, sem ter sentido antes a necessidade para adquirir o bem ou serviço.

Compras na internet
Foto: Google

38% aderiram a compra por impulso devido a promoções na internet.

10% compraram por impulso, por questões emocionais.

5% compraram na internet porque não encontraram os produtos nas lojas físicas.

Faça o teste e descubra se você é um bom comprador online.

 

Homens gastam mais em compras pela internet

Os internautas brasileiros gastam em média R$ 343,00 em cada compra. Já as mulheres gastam, por compra, R$243,00. Mesmo a média de homens e mulheres nos gastos com produtos na rede já bate a média de R$292,00. Os dados fazer parte de uma pesquisa nacional feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

65% compraram produtos com cartão de crédito, fazendo em média cinco parcelas.

compras na internet
Foto: Google

45% fizeram apenas uma parcela no cartão de crédito.

53% dos consumidores optaram por comprar com boleto bancário.

Ferramentas como PayPal, Moip e Pag Seguro foram usados por

31% da amostra e somente 9% fizeram compras por meio de vale-presentes.

Quem optou em pagar à vista, 44% relataram ter conseguido algum desconto.

O que se compra na internet

Vestuário, ingressos, livros e celulares lideram ranking; um quarto teve problemas com as compras.

Considerando os últimos três meses, os itens mais comprados foram: vestuário, calçados e acessórios (35%), ingressos para shows, teatro, cinema e eventos esportivos (27%), livros – sejam eles físicos ou digitais (27%)-, celulares (24%), produtos eletrônicos (24%), artigos para casa (24%), remédios ou produtos para saúde (22%) e cosméticos e perfumes (21%). A maior parte das compras é feita por meio de computadores ou notebooks (67%), mas 21% já utilizam os smartphones para comprar online.

Quem lidera na venda de produtos

81% são de sites de grandes redes varejistas.

42% são dos classificados de compra e venda.

30% dos sites especializados em roupas, sapatos e acessórios.

28% dos sites de ofertas e desconto.

28% dos sites internacionais é a preferência dos compradores online.

Satisfação nas compras pela Internet

87% internautas ficaram satisfeitos com a sua última aquisição na internet.

4% ficaram insatisfeitas ou arrependidas com a experiência.

26% dos compradores online disse ter enfrentado algum problema ao realizar uma compra pela internet nos últimos 12 meses, sendo que os contratempos mais comuns foram à entrega fora do prazo (11%), não receber o produto (6%) e receber algo diferente do que havia comprado (6%). Há, ainda, 4% de pessoas que receberam o produto danificado.

37% não conseguiram ter o problema resolvido e arcaram sozinhos com o prejuízo.

60% garantiram ter conseguido solucionar o problema, geralmente com a devolução do dinheiro investido (26%) ou com a troca do produto (11%).

97% tomam cuidado para fazer compras online; nota para segurança é 7,9, de 1 a 10.

Embora a nota seja elevada, apenas 20% dos entrevistados garantem sentir-se totalmente seguros para fazer compras na internet.

Os especialistas do SPC Brasil também alertam que os empresários varejistas que atuam na internet devem encarar o investimento em segurança digital como um dos pilares de seu negócio.

97% dos compradores tomam algum tipo de cuidado, como sempre comprar em sites conhecidos ou indicados (60%), imprimir ou arquivar todos os passos de compra, inclusive e-mails de informação

(40%) e evitar cadastrar dados do cartão de crédito para compras futuras (37%).

O que se evita comprar na internet

A contratação de seguros (27%),
Jóias (27%), bebidas (16%),
Remédios ou produtos para a saúde (16%),
Produtos eróticos (15%) são as categorias de produtos que mais afastam os consumidores nas compras pela internet.
Fonte: CMDL – Metodologia/A pesquisa ouviu 673 internautas nas 27 capitais. A margem de erro é de 3,4 pontos a uma margem de confiança de 95%.
Faça o teste e descubra se você é um bom comprador online.

Câmara demite 250 comissionados a partir de amanhã

Por Edson Pereira Filho

Um total de 250 comissionados de 385 que trabalham nos gabinetes de 33 vereadores de Campinas vão para rua amanhã, dia 22/6, quarta-feira. A demissão foi determinada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), depois que a Câmara Municipal de Campinas entrou com recurso para tentar derrubar decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

O legislativo campineiro possui 168 funcionários efetivos concursados e 385 comissionados, ou seja, trabalhando por indicação.
Foto: Câmara de Campinas / Google Maps

O legislativo campineiro possui 168 funcionários efetivos concursados e 385 comissionados, ou seja, trabalhando por indicação. Os dados foram colhidos na Lei de Acesso à Informação, disponível no próprio site da Câmara.

A Procuradoria Geral de Justiça do Estado de São Paulo foi quem exigiu a demissão dos 250 funcionários, argumentando que tal excedente fere a Constituição Paulista. O TJ-SP acatou a questão.  A decisão da demissão dos comissionados, determinou ainda, que o número de 10 trabalhadores em comissão para cada um dos 33 vereadores, caia para quatro assessores nesta situação.
O drama nos corredores da Câmara de Campinas estava estampado na cara de possíveis demitidos. No espaço onde se serve café para o público em geral que trabalha e visita o prédio, ontem, as conversas giravam em torno de quem seria demitido em cada um dos gabinetes. O mal-estar era visível.

TJ manda fazer concurso público

De acordo com a presidência da Casa, o valor, cerca de R$ 14,2 milhões por ano – somando o custo atual de cada um dos 33 gabinetes – ficará no orçamento do Legislativo e poderá ser usado em concursos públicos para a contratação de novos funcionários. O concurso é uma decisão legal do TJ-SP, que além de exigir a demissão dos comissionados, determina que a Câmara promova imediatamente concurso público para provimento de cargos há muito tempo vagos.

Vá rir na clínica da Suelen

Por Edson Pereira Filho

Acordar já é um fardo, acordar sorrindo, tenha paciência. Rir é preciso, mas rir o tempo todo, não dá.

Sair então, com o objetivo de rir um pouco, deve ser um exercício semanal, não diário.

Explico. Não tolero gente sorrindo logo pela manhã, não é engraçado e pronto.

Acordo mal-humorado. Não dirijo uma palavra nem a mim mesmo diante do espelho.

Faço o café e tomo. Vou abrindo a mente. Os olhos ficam mais angulares, a medida que a cafeína vai tomando o corpo, mas fico monossilábico, pensando nos fatos da vida, nas contas e nas obrigações vindouras.

Pronto. Desperto e vou à luta. No final da tarde, estou bem, já conversei com muitas pessoas e até ri.

Tenho uma vizinha, por assim dizer, que ri o tempo todo. Ri tanto, que quando está séria, quando, por exemplo, peço para tirar uma foto com meu celular, de meus filhos, eu e minha esposa, ela o faz com tremenda simpatia, atenção. Até aí, nenhuma novidade.

O detalhe é que mesmo séria e recatada por alguns segundos, ela deixa todas as fotos tremidas, não tem jeito, mesmo com orientação técnica de como produzir uma foto, minimamente, visível, sem os solavancos de risinhos contidos.

Ela, que se chama Suelen, ri até quando está quieta, ri por dentro, penso eu.

Suelen é cabeleireira, é mestre em trançar cabelos afros, é amiga de minha filha, e se tornou amiga da casa.

Fomos hoje ver “Minha Mãe é uma Peça 2”, no cinema de um shopping, em Campinas.

Suelen é uma delícia conversando no carro, ri até do rapaz que atravessa apressado diante de seu carro. Ela vai ao volante, nós vamos de carona.

Quando chegamos no shopping, antes do cinema, resolvemos fazer uma boquinha, comer um lanche, tomar alguns chopes. Pedimos, antes, que ela fizesse uma foto: eu, filha e filho, minha esposa. Não teve jeito, ela voltou a tremer nas fotos que pedimos antes do filme.

Conversa vai, conversa vem, para quem pensa que Suelen leva uma vida de risos, sem dramas, se engana redondamente.

Quando conta de suas clientes em seu salão de beleza, bem, a vida apesar dos risos, ganha contornos dramáticos, quando não patéticos.

Suelen, no seu salão, vira uma cronista do drama feminino, aliás, cada história, vejamos:

Angélica, a angelical – Esta cliente gosta de recolher crianças, mulheres, jovens e adultos em situação de rua em sua casa.

Figuraça. Angélica leva a pessoa para casa, dá banho, oferece comida, roupas e em seguida pede para que a pessoa volte pra rua quando anoitece.

Suelen conta que pergunta a cliente por que faz isso: “porque é mais forte do que eu”, tasca a moça, sim, com vinte poucos anos atendendo e dando de comer a mendigos de rua.

Chororô – Suelen ri destas e outras personagens, mas tem uma que parece coisa do outro mundo.

Quando chega ou sai do salão depois de fazer tranças, chora copiosamente, sem motivo algum, sem sentir dor, nada.

A cabeleireira finge que está tudo certo, não pergunta mais nada, porque já percebeu que a tal cliente adora o choro, antes e depois de acertar os cabelos. “Vai querer entender um troço desses”, comenta Suelen, entre risos.

Moça do Piolho – Essa até a mãe de Suelen ficou brava, ao saber que a filha atendera a cliente com o cabelo cheio de piolhos.

Suelen, em princípio, negou-se a atender a cliente, dizendo que a mesma precisava cuidar dos piolhos, usando produtos e coisa e tal.

A cliente ficou imóvel na poltrona, olhando para o espelho, nem aí para o que Suelen dissera.

Não teve jeito, a cliente foi taxativa: só saio daqui com o cabelo feito.

Suelen respirou fundo, e começou o serviço de trançar. Não demorou muito, os insetos subiam em seu braço.

Usando toalhas e um pouco de álcool gel, a cabeleireira terminou o serviço.

A cliente explicara que já tinha feito de tudo para se livrar dos tais piolhos, Suelen, sempre cuidadosa, chegou a orientar a mesma a procurar uma ajuda espiritual, para quem sabe, resolver o malfeito que provocava aquela colônia absurda de piolhos.

Após a cliente ter ido embora, com o cabelo devidamente trançado, Suelen colocou fogo em tudo, até em pentes, escovas e tesoura.

Pois é, quem vê Suelen sorrindo o tempo todo, sempre dando risada, não imagina o que ela ouve e passa.

Sempre me pergunto se ela decidiu levar a vida assim, a resposta (dada por mim mesmo) é quase sempre não.

Suelen, apesar do riso, é uma mulher séria, batalhadora, não brinca em serviço. Entretanto, passa uma imagem leve, com um frescor de jardim depois da chuva tropical.

Suelen é um desses seres com luz própria, inexplicavelmente, instigante e sedutor.

Quantas vezes não imaginei Suelen, numa entrada de qualquer empresa, hotel, aeroporto, ou sei lá, recebendo com seu jeito e sorriso pessoas das mais diferentes expectativas, abrindo o coração das pessoas sem forçar a barra.

Sendo anfitriã de festas. Sendo administradora de conflitos. Guia de viagens, sei lá, na linha de frente recebendo e comemorando a vida.

Pode até parecer exagero o que conto sobre Suelen, mas esta coisa de não sorrir o tempo todo eu entendo.

Jà Suelen é uma força da natureza, ri, sem forçar, sem parecer demais e abre portas e mentes com seu jeito descompromissado e feliz.

Mirian Leitão mentiu, segundo carta de passageiro

Por Edson Pereira Filho
A jornalista e comentarista de economia da Rede Globo, Míriam Leitão declarou que foi agredida verbalmente por petistas, durante voo de Brasília para o Rio de Janeiro. A “violência” verbal foi praticada no último dia 3 de junho, porém só divulgada em nota pela jornalista hoje, 13/06.
Ela afirma que “foram duas horas de gritos, xingamentos, palavras de ordem contra mim e contra a TV Globo”, descreve. ”Não eram jovens militantes, eram homens e mulheres representantes partidários. Alguns já em seus cinquenta anos. Fui ameaçada, tive meu nome achincalhado e fui acusado de ter defendido posições que não defendo”.
Porém, um dos passageiros que estava no voo da jornalista, Rodrigo Mondego, publicou uma carta em seu Facebook (e um vídeo do voo) narrando oposto do que disse a jornalista, veja:

Cara Miriam Leitão,

A senhora está faltando com a verdade!

Eu estava no voo e ninguém lhe dirigiu diretamente a palavra, justamente para você não se vitimizar e tentar caracterizar uma injúria ou qualquer outro crime.

O que houve foram alguns poucos momentos de manifestação pacífica contra principalmente a empresa que a senhora trabalha e o que ela fez com o país. A senhora mente também ao dizer que isso durou as duas horas de vôo, ocorreu apenas antes da decolagem e no momento do pouso.

Se a carapuça serviu com os gritos de “golpista”, era só não ter apoiado a ação orquestrada por Eduardo Cunha e companhia, simples.

E seja sincera, a senhora odeia o Partido dos Trabalhadores e o atacou das mais diversas formas na última década, aceitando inclusive se aliar com os que antes foram seus algozes na ditadura militar.

Por ódio a Lula, ginecologista machuca paciente

Por Edson Pereira Filho

A dona de um restaurante no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC paulista, Branca Alves de Farias, foi agredida violentamente durante um exame ginecológico.

A comerciante foi fazer exame de rotina na rede municipal de saúde de São Bernardo do Campo, região do Grande ABC, São Paulo.

Durante o exame, o médico perguntou sobre a profissão da paciente, quando ela respondeu que era proprietária do restaurante do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde Lula começou sua vida sindical é política. O “ginecologista ficou vermelho”, conta a Branca. Irritado, o médico aumentou o tom da voz e disse que ela precisava colocar chumbinho (veneno de rato) na comida de Lula, quando este aparecesse no sindicato.

O médico então, enfurecido durante o exame, passou a falar palavrões contra Luiz Inácio Lula da Silva.

Além disso, passou a agredi-la fisicamente, com o bastão de ultrassonografia, introduzido em sua vagina, durante o procedimento do exame. “Pensei que ele (médico) ia furar meu intestino, meu útero”, desabafou, entre lágrimas.

A denuncia feita por Branca a Revista Fórum na última sexta-feira, dia 9.

Segundo ela, o médico, várias vezes disse que Lula precisava morrer, arrematando as frases com xingamentos de baixíssimo nível.

O ginecologista, cutucava, agressivamente, as paredes do útero da paciente com a sonda, enquanto xingava Lula .

“Calma, doutor. Por favor”, implorava a vítima para o médico,  que estava transtornado.

“O meu medo era, com o aparelho lá dentro, de ele machucar alguma coisa, meu útero. Ele se transformou em um bicho”, contou, aos prantos, para a reportagem da TVT, da Revista Fórum.

O ginecologista é contratado por uma empresa terceirizada que presta serviço à prefeitura. A empresa se manifestou em nota sobre o episódio:

“Esclarecemos que conversamos com o médico e que o mesmo informou que o exame da cliente foi realizado dentro da norma e rotina padronizada, não havendo nenhuma intercorrência importante, exceto o incômodo inerente à realização do exame. Ressaltamos também que a eventual conversa relatada, transcorreu dentro da normalidade, apenas com intuito de interagir com a cliente, sem jamais pretender ofende-la ou ferir suas convicções”, a empresa pediu desculpa à paciente e acredita que houve “interpretação diferente por parte da cliente”, diz a nota.

Cultura da agressão médica

Estudantes da Universidade de Vila Velha, no Espírito Santo, no último mês de abril, tiraram fotos com as calças abaixadas, com a mãos simbolizando vaginas, numa clara alusão ao estupro. Os alunos divulgaram a foto nas redes sociais, o que provocou escândalo nacional. Os futuros médicos, no último ano de medicina naquela universidade, até agora não sofreram qualquer punição criminal.

Origem do ódio

A classe médica brasileira, em inúmeras manifestações contra o programa Mais Médico do Governo Federal, nos períodos Lula e Dilma Roussef, vem declarando, publicamente, seu ódio a política de saúde petista. Diversos episódios e manifestações colocaram em xeque o relacionamento do Partido dos Trabalhadores (PT) com a classe médica brasileira em todo País.

No Ceará, por exemplo, médicos se manifestaram ao gritos de “escravos” e “incompetentes”, contra um grupo de 96 médicos estrangeiros inscritos no programa Mais Médicos, do Governo Federal. Os profissionais estrangeiros – entre eles, 79 cubanos – participavam de uma solenidade de acolhimento organizada pelo Ministério da Saúde (MS). O ato, entre tantos outros, foi considerado xenófobo por parte de autoridades médicas dentro e fora do Brasil.

 

Frutas que estão em alta neste frio

As frutas que estão em alta neste mês de junho são a carambola, o kiwi, a laranja-lima, o mangostão, o marmelo, mexerica e tangerina.

As temperaturas baixas só eram esperadas próximo ao dia 21 junho deste mês, quando, oficialmente, começa o inverno, que se estende até o dia 22 setembro.

Com a queda inesperada da temperatura e chuvas moderadas, as frutas ganharam vigor e bom preço, segundo os próprios atacadistas que comercializam este tipo de mercadoria.

Estas frutas são da estação e podem ser encontradas por um bom preço, devido a seu período de colheita também.

O benefício de tais frutos, comprovados por pesquisadores de diversas áreas, já é algo comprovado por gerações.

Mexerica
Foto: Modelo e mexerica – Foto: Free Google.

A dica serve para quem quer cuidar não só da saúde, mas utilizar tais frutos como remédio, atuando, muitas das vezes, de forma preventiva contra doenças.

Pesquisadores da USP e da Esalq recomendam neste frio de junho e julho a carambola, o kiwi, a laranja-lima, o marmelo, a mexerica e a tangerina.

Porém, até agosto dá para consumir também, a safra natural da banana-nanica, do caju, da laranja-pera, da maçã e do morango.

Frutas e frutos para saúde e bem-estar

Carambola

Carambola serve:
Para curar ressacas, queimaduras solares, tosses, febre, úlceras, náusea, indigestão e dor de garganta.

As folhas servem para cura de inflamações na pele acompanhadas de pus e furúnculos.

Faça chá com as folhas e obtenha um remédio natural para dores de cabeça, micose e catapora.
O fruto promove ainda, a saciedade quando consumido, contribuindo para o emagrecimento.

O fruto, devido grande quantidade de ácio fólico, ajuda a evitar AVC e doenças cardíacas.

Elimina os radicais livres, promovendo rejuvenescimento das células do corpo.

Ajuda na amamentação, aumentando a quantidade de leite na mãe.

Entretanto, não é recomendada para doentes renais, pois contém uma substância tóxica chamada caraboxina. a qual pode provocar convulsão ( dados da USP de Ribeirão Preto, SP).

Kiwi, fruta tropical
Kiwi

Kiwi serve:
Para prevenir prisão de ventre, reduz o colesterol alto e regula a pressão arterial.

Laranja Lima
Laranja lima

Laranja lima serve:
Rica em vitamina C, combate o colesterol, melhora os problemas digestivos, estimula as funções intestinais, previne gripes e infecções.

Mangostão
Mangostão

Mangostão seve:
Como anti-inflamatórios, anti-bacterianas, anti-fúngicos, anti-alérgicos e os anti-oxidantes.

Marmelo
Marmelo

Marmelo serve:
É rico em vitamina A, C, do complexo B e E, ácido málico, pectinas, minerais, como o potássio, ferro e cobre. Ajuda a curar diarreia, é calmante, trata queimaduras e fortifica o aparelho digestivo.
Mexerica e Tangerina servem: Ricas em vita mina C e frutas altamente laxativas, ajudando na digestão dos alimentos. Traz benefícios substanciais a pele.

O tamanho do Plano de Segurança de Jungmann

Edson Pereira Filho

Mais uma vez os moradores do Rio, passados três anos da Copa do Mundo, irão conviver com o desvario militar e policial nos morros cariocas, com o novo Plano de Segurança do governo federal.

Uma grande operação montada pelo exército e policias pretende esquadrinhar cada canto das favelas cariocas.

Tais operações militares e policais, acontecerão sem pedir licença, sem alerta e sem direito de defesa legal para cidadãos comuns, lógico, todos serão suspeitos, mesmo que se prove o contrário.

Muita gente inocente terá como ponto de encontro, nestes locais, as tais balas perdidas.

Mais mortos entre civis, principalmente, é o que se deduz na fala do ministro da Defesa, Raul Jungmann.

“É preciso, para fechar comunidade com mil, dois mil homens? Vai ter (esse efetivo). Vamos fechar, fazer aquela varredura. Feito isso, saímos. Não vai ficar (nenhum marginal). Não faz sentido (permanecer). É necessário uma nova operação daqui a um mês ou 15 dias? Estaremos lá. Diante disso, a operação agora não vai ser comunicada, vai ser surpresa, assim como acontecem as operações da Polícia Federal”, detalha Jungmann, respondendo a reportagem da Agência Brasil.

No comando das operações que começarão no Rio a qualquer hora e tempo, sem que ninguém saiba, está o chefe de Gabinete de Segurança Institucional, Sergio Etchegoyen, general que comandou o exército em Brasília contra os manifestantes do Fora Temer, no último dia 24 de maio.

O Plano de Segurança, como sempre, atua nas fronteiras e estradas também, dando a visão de que o inimigo, no caso os chefões do narcotráfico, estejam carregando drogas para lá e para cá. Comprando armas e passeando nos morros cariocas.

A ironia se explica, quando se sabe que o narcotráfico fatura muito mais do que a indústria automobilística mundial. Você acredita mesmo que o chefão estaria transportando drogas e armas?

No tal plano o que não se vê, novamente, é o serviço de inteligência para prender quem de fato comanda o crime no Rio.

Há anos, por exemplo, que se fala em acabar com a comunicação nos presídios com o lado externo das prisões, agora, novamente, o ministro prometeu que vai acabar de vez com isso. Alguém acredita?

“Cortar a comunicação deste comando (do tráfico) que está hoje na cadeia e suas trocas é fundamental”, pontificou Jungmann.

Em outro ponto da entrevista o ministro destaca que “a cabeça, o comando de organizações que se internacionalizaram se encontra dentro dos presídios e penitenciárias. Na Itália, você tem a cela dura, você tem nos Estados Unidos, na Inglaterra. Isso não significa restringir o direito de defesa de quem quer que seja”, afirma.

(Entrevista de Raul Jungamann, ministro da Defesa, desrespeitando direitos básicos do preso, segundo  a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB)
O detalhe é que se cogita na fala do ministro algo perigoso, que desrespeita, frontalmente, nossa Constituição e nossas leis, no que diz respeito ao amplo direito de defesa e de garantias constitucionais para qualquer cidadão, seja ele criminoso ou não.

Desde ponto de vista, a fala do ministro deixa entrever a possibilidade do Exército tomar para si a tarefa de administrar o estado do Rio, a sua maneira e jeito.

Atuando como se fosse numa guerra.

Sem qualquer observância a direitos básicos, seja para bandidos, seja para a população ordeira.

Assusta o que está sendo planejado e pretendido pelo atual governo em termos de segurança o Rio e para o País, já que tal projeto pretende atuar durante os próximos 18 meses.

Uma certeza, entretanto, salta aos olhos, os chefões do crime serão os menos incomodados, mais uma vez, com tais operações.

Este é o tamanho do plano de Julgmann.

Festa Junina já incendia nove estados nordestinos

Reportagem Edson Pereira Filho

A tradicional festa junina já incendeia  os noves estados nordestinos do Brasil neste mês de junho.

Centenas de quadrilhas se revezam em festas e campeonatos para a grande final nacional que será em julho.

Enquanto o campeonato nacional está distante, em Sergipe as quadrilhas (escolas) Unidos em Asa Branca e Pioneiros da Roça prometem muito arrasta-pé neste final de semana.

A grande final nordestina de quadrilhas em Sergipe termina neste domingo.

Sendo considerada uma das maiores São João do nordeste, Sergipe divide o título com Campina Grande (Paraíba) e Caruaru (Pernambuco). As festas juninas mobilizam milhões de pessoas, dia e noite, nos nove estados nordestinos do País.

O campeonato junino em Sergipe acontece no ginásio da cidade de Itabaiana, capital do agreste sergipano.

A estreia da Unidos em Assa Branca, no dia 1 deste mês, chamou a atenção pela beleza, coreografia e plasticidade.

Com 88 componentes, os quadrilheiros evitaram lances teatrais para não tirar o ritmo quente da dança. Já os Pioneiros, também se apresentaram com a mesma desenvoltura.

A final do campeonato estadual em Sergipe é amanhã, domingo.

A festa junina sergipana existe há pelo menos 35 anos, e concorrem 18 quadrilhas no grupo especial.

Festa Junina no Sergipe começa animada este ano.
Manoel Pedro, componente da Unidos em Asa Branca

As apresentações estão todas com lotação esgotada. Em cada apresentação, o público lota o ginásio, que tem capacidade para duas mil pessoas.

Um dos componentes da Unidos em Asa Branca, Manoel Pedro, informou que a temática da dança de sua escola este ano é Feitos da Fé. “Retrata o amor entre pessoas de religiões diferentes. Traz o respeito como elo central entre as personagens centrais, além de trazer elementos da cultura sergipana como o São Gonçalo”, acrescenta.

Após o campeonato estadual de Itabaiana, a festa continua com concursos de quadrilha pelo estado, estes de caráter local, em cidades e na própria capital sergipana, como Concurso de Itabaianinha, SESC, Jeremoabo, Rio Real, Centro de Criatividade, Gonzagão, Orla de Aracaju.

Unidos em Asa Branca e Pioneiros da Roça estão empatados 5 vezes em vitórias no campeonato estadual.

Em julho, acontece o campeonato da Rede Globo Nordeste, envolvendo os nove estados nordestinos. Logo depois, acontece o Campeonato Nacional, onde participam todos os estados do Brasil.

Leia também:

QUADRILHEIRO DANÇA DIA E NOITE NA FESTA DE SÃO JOÃO